segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Noite de Luz

Assarapantado!
Ontem, por volta desta hora, chegava à fria e linda luz lisboeta. Dos trinta para os cinco (graus) em pouco menos de quarenta horas.

Na Portela o habitual caos desta época; gente, malas. Mais malas que gente.
Para não variar uma bagagem oversize não chega ao seu destino; e desta vez nem sei se algum dia chegará. É incrível como uma pessoa anda semanas pelo mundo fora sem atrasos nem desvios de qualquer ordem e assim que chega a Lisboa o caos é a regra; sempre. Que tristeza…

Assarapantado lá passei o dia e quando chega a hora de ver a Luz o dilúvio abraça o frio.
Quase três semanas de tronco nú, calções e havaianas. E agora? Botas, casacos, camisolas, impermeáveis e…, ir assim à chuva bíblica, ao frio polar. De mota, ver a Luz.
Dizem-me que torcedor é assim, sofredor. E lá vou eu.

Com uma moldura assim, simples, a minha visão da Noite de Luz de ontem é muito objectiva: foi apenas uma daquelas noites de futebol que daqui por muitos e muitos anos vamos recordar.

No mais, hoje há boas notícias: Lá pelas dezassete e quarenta e sete teremos o solstício de inverno. Que é como quem diz (para aqueles que como eu insistem em pensar positivo): a partir de amanhã os dias vão começar a crescer.

É só. Porque assarapantado contínuo.

[Já repararam bem na magnifica imagem que ilustra o post? Linda!]

6 comentários:

Unknown disse...

assarampantada é pouco para aquilo que vai (ou nao) na minha cabeça neste momento... Tb andei pela Asia.. e deixei 34ºC em Bangkok e uns 28ºc nas águas de Koh Mak para aterrar nos -1ºc de Londres, com praticamente 2 directas (eu n durmo em aviões) e muitos atrasos nos voos.

e sim... o melhor da chegada.. foi a noticia (ainda em Londres) que o Glorioso tinha aquecido a temperatura na Luz ;))

Bjs*

J G disse...

Bem vindo de volta PEDRO!

o Saviola compensou a alteração climática que sofreste. :)

Natálio Santos disse...

Nesse jogo não ganhamos uma equipa, ganhamos um plantel...!!!VIVA O SPORT LISBOA E BENFICA !!!

Pedro Soares Lourenço disse...

Amiga Brígida…, melhor quo o nosso Querido Clube só mesmo zarpar por uns dias daqui para fora nesta época do oano, de preferência para a quente e húmida Asia-Pacifico, ehehe.
O problema…, é o regresso. Hoje não estou menos assarapantado do que ontem; alias, no domingo – dia do meu regresso – a coisa (jet lag) lá foi passando com as emoções em torno do jogo. Ontem…, foi pior; a partir de meio da tarde fiquei KO e adormeci no sofá logo depois do jantar. Claro que hoje já estou de pé desde as quatro e pico da madrugada…
Tenho de voltar à Tailândia..., pais bonito, gente simpática, comida excelente, alojamento bom e barato e um povo com muito boa onda…, estiveste no Norte do pais em Chiang Mai??? É espectacular!

Amigo João, como tu bem sabes tudo vale a pena quando a alma é benfiquista; obrigado pelas boas vindas e obrigado também pela tua dedicação…., pois como te tenho dito quando estou fora o teu blgue é minha fonte primeira e única para conhecer a vida do nosso Querido Clube.

Caro Natalio, Viva Sempre o nosso Querido Clube!

Dylan disse...

Saíram goradas as expectativas daqueles que tinham a certeza de que o Benfica cairia na classificação do campeonato nacional de futebol no final de Dezembro. Os dias que antecederam o último jogo com o FC Porto revestiram-se de chorrilhos arrogantes por parte do adversário, de que a vitória deste era um facto consumado. Profetas da desgraça travestidos de comentadores desportivos e cartomantes que adivinhavam o onze encarnado, alinhavam-se com os fazedores de notícias em que elementos ligados ao Benfica tentaram agredir e intimidar presidentes de outros clubes bem como árbitros. Como não bastasse o circo montado, na jornada anterior, em Olhão, uma equipa local estranhamente aguerrida amputou o Benfica de importantes atletas. No Domingo passado, a trupe falhou redondamente porque simplesmente menosprezou o dístico da bandeira encarnada - "E pluribus unum" - um entre muitos; uma simbiose de união, esforço, garra e sacrifício que catapultou a vitória.

http://dylans.blogs.sapo.pt/

Pedro Soares Lourenço disse...

Sem duvida, caro Dylan.